Agenda Católica Mundial para 2012

11:16
A comemoração do 50.º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II com um 'Ano da Fé' e a realização de um Sínodo dos Bispos sobre a 'Nova Evangelização' são pontos centrais da agenda católica mundial para 2012. 
Para o teólogo João Duque, presidente do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa (UCP), considera que estes são momentos que podem promover uma "redescoberta da identidade". 
"Penso que estes 50 anos de distância nos permitirão uma reflexão que conduza o Concílio aos seus núcleos fundamentais e permita compreender quais os seus contributos para a profunda transformação da Igreja, no permanente caminho de aproximação à sua identidade e aproximação ao mundo, para o qual existe", sublinha o especialista, em texto publicado no semanário Agência ECCLESIA. 
"Nessa redescoberta, considero fundamental a orientação da fé, pois é nela que se encontra a base da correta ou incorreta realização do que pretendeu o Concílio", acrescenta. 
Bento XVI anunciou, em outubro deste ano, a convocação de um 'Ano da Fé' entre outubro de 2012 e novembro de 2013, para assinalar os 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II (1962-1965). 
Na carta apostólica 'A porta da fé', o Papa explica os objetivos da iniciativa: "Pareceu-me que fazer coincidir o início do ano da fé com o cinquentenário da abertura do Concílio Vaticano II poderia ser uma ocasião propícia para compreender que os textos deixados em herança pelos padres conciliares". 
Também em 2012, de 7 a 28 de outubro, vai ter lugar a 13ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, dedicada ao tema "A nova evangelização para a transmissão da fé cristã". 
O texto preparatório desta reunião magna destaca que, desde o Concílio Vaticano II até hoje, "a nova evangelização se propôs, cada vez mais com maior lucidez, como o instrumento" para enfrentar "com os desafios de um mundo em acelerada transformação". 
Elias Couto, editor da revista digital 'Cristo e a Cidade' (www.cristoeacidade.com) e colaborador habitual da Agência ECCLESIA, sublinha a "crise da fé", na Europa, e diz que "a criação do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização, por Bento XVI", juntamente com a realização do próximo Sínodo, representam "uma tentativa de «forçar» o andamento", dada a "urgência da situação". 
"Não se trata de uma estratégia, mas do regresso à originalidade da fé e à capacidade de síntese que fez das primeiras Igrejas poderosos focos geradores de cultura, uma cultura nova que reinventou o mundo antigo", assinala, acrescentando que "a nova evangelização é um dever da Igreja face à antiga Europa cristã".
fonte: CNBB

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »