Papa pede à Maria que interceda pela unidade da Igreja na China

10:44

O dia de Virgem de Sheshan é celebrado anualmente no dia 24 de maio“Nossa Senhora de Sheshan, sustente o empenho de todos na China, entre os cansaços cotidianos, que eles continuem a crer, a esperar, a amar, a fim que jamais temam em falar de Jesus no mundo e do mundo a Jesus”. Essa é uma passagem da intensa oração escrita pelo Papa Bento XVI para este dia de oração pela China celebrado nesta terça-feira, 24.

Depois da Catequese da quarta-feira, 18, o Papa pediu que todos os cristãos do mundo se dedicassem a orar pela Igreja na China no dia dedicado à memória litúrgica de Nossa Senhora Auxiliadora, venerada com grande devoção no Santuário de Sheshan em Shanghai.
O Santo Padre destacou que a Igreja na China, sobretudo neste momento, necessita da oração de toda a Igreja no mundo para reconstruir sua unidade. “Convido, em primeiro lugar, todos os católicos chineses a continuar e a intensificar a própria oração, sobretudo a Maria, Virgem forte. Mas também para todos os católicos do mundo, rezar pela Igreja que está na China deve ser um compromisso: esses fiéis têm direito à nossa oração, têm necessidade da nossa oração”, salientou.
A devoção à Virgem de Sheshan, conhecida como "Auxiliadora dos Cristãos", difundiu-se por toda região de Sheshan em 1864, quando um religioso chinês construiu sobre a colina um quiosque hexagonal, no qual depositou uma imagem da Virgem Maria pintada por ele.

Leia a oração escrita pelo Papa para este dia de oração pela China
Virgem Santíssima, Mãe do Verbo encarnado e nossa Mãe,
venerada com o título de Auxiliadora dos cristãos no Santuário de Sheshan,
olha para ti com devoto afeto toda a Igreja na China,
estamos hoje diante de ti para implorar a sua proteção.
Volta o seu olhar para o povo de Deus e guia-o com cuidados maternos sob a estrada da verdade e
do amor, a fim que seja em cada circunstância fermento de harmoniosa convivência entre todos os cidadãos.
Com o doce “sim” pronunciado em Nazaré, tu consentiu
ao eterno Filho de Deus se tornar carne no seu ventre virginal
e começar, assim, a história da obra da Redenção,
ao qual colaborou com boa vontade e dedicação,
aceitando que a espada da dor perfurasse a sua alma,
até o momento supremo da Cruz, quando sob o Calvário permaneceste
firme ao lado do seu Filho que moria para que o homem vivesse.
Naquele momento tu se tornou, de uma maneira nova, Mãe
de todos aqueles que acolhem na fé o teu Filho Jesus
e aceiram segui-lo carregando sua Cruz nas costas.
Mãe da esperança, na escuridão do Sábado Santo caminhastes
com inabalável confiança, ao encontro da manhã de Páscoa,
doa a teus filhos a capacidade de discernir em cada situação,
mesmo nas mais escuras, os sinais da presença amorosa de Deus.
Nossa Senhora de Sheshan,  sustente o empenho de todos na China
entre os cansaços cotidianos, que eles continuem a crer, a esperar, a amar,
a fim que jamais temam em falar de Jesus no mundo e do mundo a Jesus
Na imagem que encima o Santuário, tu eleva o seu Filho,
apresentando-o ao mundo com os braças abertos num gesto de amor.
Auxilia os católicos chineses a ser sempre testemunhas confiáveis deste amor,
mantendo unida a rocha de Pedro sob a qual é construída a Igreja.
Mãe da China e da Ásia, ora por nós agora e sempre. Amém!

fonte: Canção Nova

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »