Quinta Semana da Quaresma

07:00

Quinta semana da Quaresma. Jesus, água viva para a sede do mundo, luz que ilumina nossas trevas, vida plena que vence a morte! Com a Samaritana e com o Cego de nascença, agora vamos visitar Lázaro, junto com Jesus e seus discípulos de ontem e de hoje.

Lázaro está morto (Jo 11, 1-44). É a situação mais trágica, pois morreu o amigo de Jesus. E amizade é coisa séria! Ele é amigo, mas é um mortal como os outros homens e mulheres. De fato, o ser humano é ameaçado pela morte. Não só nos momentos finais de sua caminhada terrena, mas a cada dia vivem face a face com a morte, nos riscos pessoais e na morte dos outros, mesmo quando quase nos acostumamos com a morte, noticiada exaustivamente dia a dia.

Marta que reclama pelo atraso de Jesus expressa nossa reação diante da morte de uma pessoa amada. O choro de Jesus pelo amigo morto é choro de Deus pela realidade da morte presente na humanidade e também choro diante de sua própria morte que se aproxima. A Salvação que Jesus traz deve tocar no mais fundo da realidade humana. Quando faz seu amigo voltar à vida, Jesus anuncia a completa libertação da morte. Existe esperança!

Estamos diante da Salvação em sua totalidade. Salvação é vida que vence a morte. Salvação é Ressurreição. Diante do sepulcro de onde sai Lázaro, Jesus proclama ser Ressurreição e Vida. Mas sabemos que para que tudo seja provado com clareza Jesus deverá entrar no sepulcro da morte, ser envolto em faixas como seu amigo Lázaro e ressuscitar ao terceiro dia. Cristo é para todos os homens e mulheres, feridos de morte pelo pecado, Ressurreição e Vida!

Um Retiro de cinco semanas, preparado pelo período das Cinzas, desembocando na Semana Maior ou Semana Santa, para chegarmos juntos ao Monte da Páscoa, passando pelo Monte das Oliveiras e pelo Monte Calvário. Peregrinos da Páscoa, recolhemos alegrias e esperanças, dores e angústias pelas estradas da vida, para tudo conduzir à manhã alegre da Ressurreição. Recolha toda a sua boa vontade para viver os últimos dias de Retiro com a mesma disposição dos primeiros dias.

LEITURAS DA SEMANA

DIA 10 DE ABRIL, Quinto Domingo da Quaresma
"No Senhor, toda graça e redenção".
Ez 37, 12-14; Sl 129; Rm 8, 8-11; Jo 11, 1-44

DIA 11 DE ABRIL, Segunda-Feira da Quinta Semana da Quaresma
"Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei, estais comigo".
Dn 13, 1-9. 15-17. 19-30. 33-62.; Sl 22; Jo 8, 1-11

DIA 12 DE ABRIL, Terça-Feira da Quinta Semana da Quaresma
"Ouvi, Senhor, escutai minha oração e chegue até vós meu clamor".
Nm 21, 4-9; Sl 101; Jo 8, 21-30

DIA 13 DE ABRIL, Quarta-Feira da Quinta Semana da Quaresma
"A vós louvor, honra e glória eternamente!"
Dn 3, 14-95; Dn 3; Jo 8, 31-42

DIA 14 DE ABRIL, Quinta-Feira da Quinta Semana da Quaresma
"O Senhor se lembra sempre da Aliança".
Gn 17, 9-15; Sl 104; Jo 8, 51-59

DIA 15 DE ABRIL, Sexta-Feira da Quinta Semana da Quaresma
"Ao Senhor eu invoquei na minha angústia e ele escutou a minha voz".
Jr 20, 10-13; Sl 17; Jo 10, 31-42

DIA 16 DE ABRIL, Sábado da Quinta Semana da Quaresma
"O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho".
Ez 37, 21-28; Jr 31; Jo 11, 45- 56

ORAÇÃO

"Verdadeiro homem, Jesus chorou o amigo Lázaro. Deus vivo e eterno, ele o ressuscitou, tirando-o do túmulo. Compadecendo-se da humanidade, que jaz na morte do pecado, por seus sagrados mistérios ele nos eleva ao Reino da vida nova. Enquanto esperamos a glória eterna, com os anjos e todos os santos, nós vos aclamamos! (Missal Romano, Prefácio do V Domingo da Quaresma, Ano A).

 Dom Alberto Taveira Corrêa

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »