Como realizar uma boa confissão

12:11

Hoje em nossa Paróquia será realizada a confissão comunitária, nas Capelas de Sant’Ana, São Francisco, Santa Maria e aqui na Igreja Matriz, a partir das 19h, e neste post veremos as condições indispensáveis para fazer uma boa e frutuosa confissão.

A confissão, é a celebração do amor que perdoa, e deve ser uma celebração de alegria, com sabor pascal, que expressa a ação do Espírito de Jesus ressuscitado. A graça de Deus, uma vez perdida por causa do pecado, é reconquistada pelo arrependimento. Em nós, o perdão é a atitude que mais nos aproxima de Deus, que nos torna filhos e filhas parecidos com o Pai.  O perdão é a máxima expressão da bondade, da misericórdia, enfim, do amor de Deus por nós, "o amor apaixonado de Deus por seu povo, pelo homem, é um amor que perdoa".

Tudo o que fazemos de bom ou ruim, por mais oculto que seja, tem repercussão comunitária e social.  Toda confissão deve ser preparada por um dedicado exame de consciência, feito no silêncio, na tranqüilidade, no recolhimento que favoreça a reflexão e a análise de si mesmo.  Ele deve ser o confronto de nossos atos e atitudes com algumas balizas da nossa fé e de nosso  seguimento de Jesus Cristo, como as bem-aventuranças ou alguma outra página dos Evangelhos, os mandamentos da lei de Deus, os mandamentos da Igreja etc. Em seguida, é bom assumir uma atitude humilde de reconhecimento e aceitação das próprias faltas, evitando justificações e desculpas. Por fim, vale a pena enumerar os pecados cometidos, para só então procurar o sacerdote  para celebrar a reconciliação.

São condições indispensáveis

para se realizar uma boa e frutuosa confissão:

  1. Exame da própria consciência.
  2. Arrependimento real dos pecados cometidos.
  3. Propósito sincero de conversão, de mudança de vida, de abandono do pecado.
  4. Confissão dos próprios pecados ao sacerdote que, nesse ato, age na pessoa de Cristo e representa a Igreja, que perdoa. O padre dá uma penitência como demonstração de alegria pelo perdão, e disposição para uma vida nova.
  5. Absolvição, perdão dos pecados.

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »