Trajetória de Dom Alberto no 1º ano na arquidiocese de Belém

07:00

Posse no dia 25 de março de 2010. O povo que lotou a Catedral Metropolitana saiu de todas as partes para saudar o novo pastor da Arquidiocese, que assumia o posto de Dom Orani João Tempesta, transferido para o Rio de Janeiro em 2009.  

Um dos primeiros passos após a posse foi inaugurar, com a Cáritas Metropolitana de Belém, o projeto de sanitários ecológicos nas ilhas de Belém, projeto que, aliás, Dom Alberto garantiu que na Campanha da Fraternidade 2011 será ainda mais valorizado.

No primeiro compromisso oficial como Arcebispo de Belém, Dom Alberto fez a visita "ad limina", junto com os outros bispos do Regional Norte 2 da CNBB. Ele apresentou ao Papa Bento XVI o projeto de evangelização da Fundação Nazaré de Comunicação e a realidade do povo amazônico. 

Depois dos primeiros meses na Arquidiocese, e já bastante familiarizado, Dom Alberto celebrou com os funcionários, em maio, os 97 anos da Voz de Nazaré; 14 anos da Rádio e 8 da TV Nazaré.

Em outro importante momento representando a Arquidiocese, Dom Alberto participou da 48ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, e logo no primeiro encontro como Arcebispo de Belém apresentou oficialmente o projeto "Belém em Missão".

No dia 26 de maio, Dom Alberto completou 60 anos de vida. O Arcebispo  celebrou a data mais uma vez ao lado do povo.

No final do mês de maio, Dom Alberto lança oficialmente o cartaz do Círio 2010, durante celebração eucarística na Praça Santuário de Nazaré. O Arcebispo disse que o cartaz representava toda a realidade da Igreja em Belém.

No mês de junho, durante a celebração de Corpus Christi, Dom Alberto apresentou a capital paraense como a sede do 17º Congresso Eucarístico Nacional. O evento será em comunhão com os 400 anos de Belém, em 2016.

No dia do encerramento do Ano Sacerdotal, 19 de junho, Dom Alberto ordena de uma só vez nove presbíteros.

Dom Alberto Taveira viaja a Roma para receber das mãos do Papa Bento XVI o pálio arquiepiscopal. Na época, apenas 38 bispos, dois deles do Brasil, receberam o paramento usado em torno do pescoço e que simboliza a comunhão do clérigo com o Santo Padre. 

Em solidariedade ao próximo, Dom Alberto faz visita ao Haiti e constata urgência de ajuda e de fraternidade, após terremoto que devastou o país no ano passado.

Em agosto, Igreja em Belém do Pará acolhe 33 novos diáconos permanentes. Na celebração, Dom Alberto destacou a fidelidade à missão e ao serviço ao Reino de Deus. No mesmo dia, 15 de agosto, ele completou 37 anos de sacerdócio. "Ser padre é o sentido e a realização de minha existência", afirmou.

Durante as peregrinações de Nossa Senhora de Nazaré, em preparação ao Círio, Dom Alberto levou a imagem da Mãe de Jesus Cristo aos detentos da Seccional de São Brás.

Uma experiência de fé única, renovadora e de conversão pessoal, Dom Alberto participa pela primeira vez do Círio de Nazaré. Foi a partir dessa vivência que ele se inspirou para escrever o Retiro Popular 2011 "Peregrinos", com 80 mil cópias vendidas em todo o país.

Já na tradicional Missa do Galo, Dom Alberto vive o seu primeiro Natal em Belém. E, além de pedir que o povo acolha Jesus, agradeceu a todos que colaboraram com a campanha "Belém, a Casa do Pão", que alimentou centenas de famílias carentes na cidade.

Um ano depois de sua posse, Dom Alberto segue com a missão de levar a Igreja o mais próximo possível do povo. Somente neste período, oito novas paróquias foram instaladas em diferentes partes da Arquidiocese. A última instituída foi a Coração Eucarístico de Jesus, no bairro do Mangueirão, no dia 13 de março. 

fonte: Voz de Nazaré

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »