Intensões de Bento XVI para o mês de Março de 2011

07:00

“Para que as nações da América Latina possam caminhar na fidelidade ao Evangelho e progredir na justiça social e na paz”: essa é a intenção geral de oração do Papa Bento XVI para o mês de março.
Justamente a fidelidade ao Evangelho e a justiça social foram questões centrais da última viagem apostólica de Bento XVI no Brasil, realizada em m maio de 2007, em ocasião da 5ª Conferência Geral dos Bispos da América Latina e do Caribe.
A América Latina precisa de cristãos fiéis ao Evangelho para enfrentar os diversos problemas sociais que afligem o continente, ressaltou o Papa aos bispos latinoamericanos e caribenhos.
“Para o futuro da Igreja na América Latina e no Caribe é importante que os cristãos aprofundem e assumam o estilo de vida próprio dos discípulos de Jesus: simples e alegre, com uma fé solida enraizada na parte mais íntima do coração e alimentada pela oração e pelos sacramentos”, evidenciou Bento XVI, na Audiência com a Pontifícia Comissão para a América Latina, em 20 de janeiro de 2007.
Também em resposta à proliferação de seitas e movimentos pseudo-religiosos, o Papa pede aos católicos latinoamericanos que façam de si mesmos uma mensagem evangélica “mergulhada nas raízes da cultura”. O Pontífice ressaltou que a fidelidade em Cristo é a melhor garantia para proteger a dignidade humana, a justiça social e a convivência pacífica.
“Deve-se reconhecer e diferenciar sempre a dignidade de cada ser humano como critério fundamental dos projetos sociais, culturais e econômicos, que ajudam a construir a história segundo o desígnio de Deus”, afirmou o Papa.
O Pontífice adverte também que é preciso enfrentar o avanço do pensamento secularista, hedonista e consumista, que na América Latina tem ferido os valores familiares.
“Temos que reiterar que o matrimônio e a família possuem seu fundamento no núcleo mais íntimo da verdade sobre o homem e seu destino; somente sobre rocha do amor conjugal, fiel e estável, entre um homem e uma mulher, pode-se edificar uma comunidade digna do ser humano”, enfatizou Bento XVI.
A Igreja latinoamericano, constatou o Papa, é fruto de “uma epopeia missionária” extraordinária, assim, em sua viagem a São Paulo e Aparecida, em maio de 2007, ele exaltou para que os católicos façam da América Latina realmente “o continente da esperança”.
Em sua visita à Fazenda da Esperança, em Guaratinguetá (SP), Bento XVI fez um forte apelo aos traficantes de droga para que convertessem seus corações. “Aos traficantes peço que reflitam sobre o mal que estão fazendo a uma multidão de jovens e adultos de todos os níveis sociais: Deus pedirá conta daquilo que fizeram”. E o Papa disse ainda que “a dignidade humana não pode ser pisoteada deste modo”.
“Onde a sociedade não vê mais futuro ou esperança os cristãos são chamados a anunciar a força da Ressurreição”, encorajou o Santo Padre. E justamente na Fazenda da Esperança, onde tantos jovens buscam se recuperar do vício das drogas e do álcool, o Bispo de Roma ressaltou a importância do testemunho do “Evangelho de Cristo em meio a uma sociedade consumista afastada de Deus”.

Intensão missionária
O Papa Bento XVI pede também, especialmente neste mês de março, por todos os cristãos e comunidades perseguidas ou discriminados por causa do Evangelho, "para que o Espírito Santo dê luz e força".

Fonte: Canção Nova

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »