ATÉ O PRÓXIMO CÍRIO

00:19
O Recírio é um momento de despedida dos fiéis dos festejos de Nossa Senhora de Nazaré. O período festivo se encerra com o traslado da imagem peregrina até o Colégio Gentil Bittencourt, onde permanecerá até o próximo Círio. Este ano, a procissão do Recírio acontece na segunda-feira, 25 de outubro, 15 dias após a grande procissão do domingo, o Círio de Nazaré. A última romaria da Festa de Nazaré começa às 7h, após a Missa Campal, na Praça Santuário de Nazaré. A imagem da Virgem de Nazaré é conduzida num percurso de 650 metros, fazendo o contorno na praça, quando segue pelas avenidas Generalíssimo Deodoro, Nazaré e Magalhães Barata até chegar à capela do colégio.
A celebração de despedida também é marcada por uma série de simbolismos e significados que honram a Festa em homenagem à Virgem Maria. Como o retorno da imagem original, achada por Plácido em 1700, para o Glória, e a incineração das súplicas. Pouco antes da Missa de Despedida, a imagem original é levada às 5h30 ao seu local habitual, o Glória. A cerimônia é realizada desde 1969 pela Diretoria de Evangelização, no Presbítério da Basílica. O momento marca a origem da história de fé do povo paraense.
Outro momento significativo do Recírio acontece durante a Missa na Praça Santuário, às 6h. Os diretores da Festa se reúnem para recolher todos os pedidos depositados pelos fiéis no Altar Monumento da Praça Santuário e no Nicho, onde a imagem original de Nossa Senhora permaneceu durante os 15 dias de festividade. Numa cerimônia singela, a diretoria faz a queima de todos os pedidos dos devotos. Essa tradição acontece desde 1994, e simboliza o envio dos pedidos e agradecimentos aos céus. No início, as queimas eram realizadas em frente à Sala dos Milagres, na lateral da Basílica Santuário de Nazaré.
O Recírio encerra mais um Círio de Nazaré, por isso, a celebração é marcada por muita fé, louvor, fogos de artifício e homenagens, características essas presentes durante todas as romarias e peregrinações. Entre muitas orações e canções, os fiéis prestam seus últimos agradecimentos à padroeira da cidade.
fonte: Jornal A Voz de Nazaré

Compartilhe

Fundada no ano de 1758 no Distrito de Benfica, Município de Benevides, Estado do Pará. Administração: Pe. Saul Muniz, mps

Posts Relacionados

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »